domingo, 14 de julho de 2013

E boas amizades...

Grandes, baixos, magros, gordos, altos, leves, com boas roupas, boas amizades, boas conversas, maquiagens claras, cabelos bem arrumados, boas moças, bons partidos, boas praças, bons rapazes, maravilhosas famílias, todos dentro da lei, grandes contas bancárias, estudiosos, empresários, salvadores da pátria, não-consumistas, sem defeitos, normais, católicos, boas índoles.

Nunca me interessei por esses ou essas, como preferir, gosto mais da sarjeta, do bueiro, do resto da sociedade, da exclusão da sociedade, dos destorcidos dos conceitos corretos da sociedade normal do mundo, gosto dos errados, dos estranhos, dos fumantes, dos bêbados, dos drogados, dos além terra, dos foras do mundo. Daqueles que vocês não gostam, esses me cativam. Aqueles que vocês renegam, esses me excitam.

Acho bacana os certinhos, mas os errados são bem melhores.

Mas vale ir pra cama com qualquer um deles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário