quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Apenas.

Eu sou o mal cheiro que saí da sociedade.
Eu sou a visão humilde da sociedade.
Eu sou a ejaculação precoce da sociedade.
Eu o erro da sociedade.
Eu sou a traição da sociedade.
Eu sou o pedaço do mal da sociedade.
Eu sou a reza da sociedade.
Eu sou a maldição da sociedade.
Eu sou tudo que há de podre na sociedade.
Eu sou o caixão que leva a sociedade.
Eu sou a parte mais importante da sociedade.
Eu sou a sociedade.

Desabafo Apaixonado.

Eu espero, sim, eu espero. Eu espero que você se encontre no meio dessa sociedade, eu espero que me olhe nos olhos, eu espero. Espero que esse amor que eu tenho a você, se acalme, se aquiete. Eu quero o seu bem estar, mesmo que seja nos braços de um outro alguém, eu quero seu bem estar, pois não posso obrigar ninguém a me amar. Eu espero que sorria pro sol, pro vento, pra chuva, pro pássaro a janela, sorria pra você mesmo, só isso.
   Eu quero ser o teu poço, teu refúgio do mundo, sua última esperança, quero ser a sua paz, a sua alegria. Quero ser os braços pra te acolher, ser tua comida, teu coração, ser seu. Pra sempre seu.