sábado, 30 de outubro de 2010

Caminhos

Estar aqui e andar na beirada do sol, com quem se gosta é sempre bom.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Sistema.

Vamos ver sempre se temos o que fazer. Sempre temos que fazer o que o sistema nós prescreve! 

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Placas

eu gosto dos que tem fome. placas sem direção , me levam sempre as suas estradas de santos.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Bem aqui

Eu conto as sardas em sua pele. E sinto como se estivesse contando estrelas no céu. Meus dedos escorregam por elas, ligando os pontos imaginários de uma constelação de ferrugem; e eu vejo você se arrepiar; então, sorrio. Minhas mãos estão geladas, em contraste incrível a você, que está febril. É o mês de março, e estamos nos despedindo do verão. Mas mesmo assim eu ainda consigo ver um céu em seus olhos. E sempre há sol, sem nuvens.

E quando você diz as besteiras usuais que costuma chamar de conversa, eu não me importo nenhum pouco. Porque é engraçado como as coisas simplesmente são mais sinceras quando você fala, mesmo que seja a maior de todas as enganações.

E antes que eu perceba, você se torna um fato na minha vida – sem argumentos, apenas está ali.

[Algumas] Coisas que fazem meus olhos brilharem

# o sol batendo nas janelas no fim de tarde;
# sorrisos;
# crianças brincando com adultos;
# animais brincando;
# casais de velhinhos andando de mãos dadas;
# vitrines de livros;
# conversas estranhas no msn;
# e-mails de pessoas que não vejo há muito tempo;
# coisas antigas;
# pessoas que tem algum gosto bizarro igual ao meu;
# outono;
# sardas;
# chocolate. De todas as formas;
# mar, pedras e céu com nuvens brancas e gordinhas;
# filmes de guerra e amizade;
# fitas de cabelo;
# ilustrações;
# pessoas exóticas;
# All Star e coletes;
# mãos.

domingo, 24 de outubro de 2010

Contos de fadas.

A maldita da saudade bate a porta, ai você fica pensando: "será que tudo que fiz valeu mesmo à pena?". Não valeu é você sabe disso, meu amor. Eu só te pedi pra ficar mais um pouco, pois eu queria um feliz para sempre, mas foi quando fui pro salão da bruxa má, que percebi que não existem felizes para sempre, não existe cavalo branco, nada disso existe, o nos corremos atrás da nossa felicidade ou nunca seremos realmente feliz. É a vida, assim que ela foi feita.

sábado, 23 de outubro de 2010

renato r.

Você sorriu e disse: - eu gosto de você também.
Só que você foi embora cedo demais! Eu continuo aqui, meu trabalho e meus amigos, e me lembro de você em dias assim, dia de chuva, dia de sol... E o que sinto não sei dizer...


quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Será?

E dizem que na vida duas coisas são certas: o amor e morte! Serás verdade mesmo? Será que morrer não é deixar de amar ou vice e versa? Tantas perguntas sem resposta! Mais pra tudo a só uma resposta: Deixe o tempo correr, deixe o vento trazer o que mereces de verdade. Por que tantas perguntas, meu bem? Por que só assim eu saberei quem sou de verdade! Será mesmo? Quem saberá?

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Cores.

A como são lindos os momentos felizes, que somos consagrados a passar todos os dias, estar no tempo de melhorar a vida de um delinqüente do amor. As flores pela qual passam todos os dias, nem ao menos olha, veja que num lindo jardim de rosas (todas tem espinhos.), pode florescer a mais belas das tulipas. É bom dar um tempo, pro próprio tempo. E parece que a velha frase agora faz tantos efeitos: '' Entre o preto e o branco, há tantos nuances. ''

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

  Sei de tudo que me diz...       Por você eu falo libras em mandarim.
Em um jardim de mil rosas, todas com espinhos, floresce a tulipa mais bela de todas. 






domingo, 17 de outubro de 2010

Um pedaço de tudo que somos...      O pedaço de tudo que sou seu.

As cartas (que você me mandou e não li, confesso!) ainda estão em cima da cama, para que daqui a uns dez ou mais anos, eu possa ainda ter a breve lembrança que se amamos e que fomos felizes um com o outro. Mas que agora não passa de um passado sem fim, que a porta do tempo fechou. Do que eu tenho mais saudade (será que posso chamar de saudade?) é as das risadas na beira da cama, dos choros depois de uma briga feia, dos tapas na cozinha, das sujeiras que fazíamos quando íamos preparar brigadeiro, é disso que tenho saudade.

domingo, 10 de outubro de 2010

Cacos.

Cacos de amizades, cacos de amores , caco de você. Eu preciso te esqueçer, te querer ja não faz bem, você sumiu sem ao menos se importa comigo. Vai segue sua mente.

sábado, 9 de outubro de 2010

Acalento de uma noite.

Já não mais quero você, já não mais quero seu cheiro, vou andar por ai a procurar por pelo menos um, um amigo, um irmão, um ombro pra chorar, um beijo novo. Você já não mais me interessa, você se fez por desinteressante pra mim. Eu ainda te amo e não mais te espero. Um beijo doce e acalenta-dor.